A LOG

Sustentabilidade

Selo Relatório Itegrado

RELATÓRIO SUSTENTABILIDADE LOGCP - 2015

A LOG CP é a primeira empresa do segmento a divulgar o Relatório seguindo as diretrizes do GRI-G4 (Global Reporting initiative) e a estrutura de relato do IIRC (International Integrated Reporting Council).

Desenvolver um relatório como este é um processo que envolve identificação, mensuração e divulgação do desempenho sustentável. A partir dele, poderemos desenvolver uma estratégia de gestão voltada para o futuro, baseada em informações consistentes sobre os impactos de nossas atividades; melhorar o diálogo com acionistas e outros stakeholders, nos auxiliando a identificar riscos e oportunidades ligados à sustentabilidade na LOG.

CLIQUE AQUI E CONFIRA O RELATÓRIO.
Selo GBC Brasil

LOG ACABA DE FILIAR-SE AO GBC, GREEN BUILDING COUNCIL

O conceito de se construir sustentavelmente é um movimento mundial. Os GBCs estão presentes em mais de 80 países e o braço brasileiro é um dos mais atuantes e referência pelos avanços conquistados no país, ocupando o 4º lugar no ranking mundial. O GBC Brasil também é um dos membros do World Green Building Council, entidade supranacional que regula e incentiva a criação de Conselhos Nacionais como forma de promover mundialmente tecnologias, iniciativas e operações sustentáveis na construção civil.

O GBC Brasil conta com o suporte de mais de centenas empresas membros de diversos setores da indústria da construção. Todas elas apóiam as atividades da organização por estarem engajadas ou buscando se engajar no mercado da construção sustentável, seja por meio da adoção de práticas de construções verdes em suas instalações ou ofertando materiais e serviços eficientes e responsáveis do ponto de vista sócio ambiental.

Selo Verde

CERTIFICADO DE DESTAQUE AMBIENTAL - JORNAL MEIO AMBIENTE DO ESTADO DE SP.

A LOG CP recebeu o Certificado de Destaque Ambiental do jornal Meio Ambiente do estado de SP.

Receber essa certificação é o reflexo de uma atuação pautada no respeito ao meio ambiente e no desenvolvimento sustentável. As diretrizes da LOG CP apontam para um novo tipo de gestão, voltada para para o futuro, baseada na identificação e análise dos impactos de nossas atividades. Dessa forma, mantemos uma relação transparente com todos nossos stakeholders e orientamos nossas operações de acordo com a mensuração de riscos e oportunidades ligados à sustentabilidade.

PRÁTICAS DE SUSTENTABILIDADE LOG.

ENERGIA

ENERGIA

A LOG pauta sua atuação com a utilização de equipamentos eficientes e econômicos, como sensores de presença, lâmpadas e reatores que racionalizam o consumo de energia e reduzem os custos dos condomínios logísticos.

ÁGUA

ÁGUA

A LOG utiliza plantas nativas no paisagismo de seus empreendimentos, capta água da chuva para irrigação, opta por bacias sanitárias de duplo acionamento e fechamento automático de torneiras. Práticas que racionalizam o consumo de água e diminuem os custos dos locatários.

MATERIAIS

MATERIAIS

O uso de madeira certificada ou de reflorestamento nas obras da LOG e de acabamentos modulares diminui o desperdício de material e a produção de resíduos. A LOG ainda utiliza minerais de jazidas e lavras autorizadas, com o intuito de preservar florestas nativas.

CONFORTO

CONFORTO

Disponibilizamos vagas de estacionamento para veículos em geral, incluindo os de carga e descarga, diminuindo os impactos no trânsito local e facilitando o acesso de pessoas portadoras de necessidades especiais. Fachadas claras reduzem a absorção de calor no interior das edificações. A iluminação e ventilação naturais proporcionam conforto, além de otimizar os gastos com energia.

POLUIÇÃO

POLUIÇÃO

Para evitar o carreamento de terra em vias públicas e o lançamento adicional de águas contaminadas, a LOG implanta canaletas de contenção e drenagem no entorno do terreno.

RESIDUOS

RESÍDUOS

Para diminuir os descartes, a LOG promove a separação e o armazenamento de resíduos produzidos pelas obras, facilitando a coleta e reciclagem. A LOG busca reaproveitar todo o material de demolição para base na preparação do terreno, além de dar preferência a fornecedores próximos às obras. Assim, reduz-se a emissão de gases em transporte e movimenta a economia local.

imgCapctha